Formada por arquipélagos e um mar de águas cristalinas, o país atrai um milhão e meio de turistas durante o ano inteiro.

Colômbia é um destino de paisagens sem igual. Afinal é o único país banhado por dois oceanos: as águas mornas do Atlântico e pelo gelado Pacífico.  Por esta particularidade, reúne praias caribenhas, arquipélagos famosos por suas areias brancas, sol radiante e mares com vários tons de azul, verde  e até mesmo multicoloridos, além de cachoeiras, rios de águas puras e cristalinas e diversas reservas florestais que formam um mosaico da rica biodiversidade do país.

Enquanto a sempre movimentada capital Bogotá agrega uma lista extensa de programas e passeios urbanos, centros históricos e museus, em Cartagena e San Andrés o cenário é tranquilo e repleto de belas paisagens litorâneas. Esses destinos são refúgios perfeitos para aqueles que buscam muita calma, paz e bronzeado. Como se já não bastassem as belezas naturais exuberantes e as cores vivas, conhecer a Colômbia garante um
roteiro repleto de bons restaurantes, bares e boates que embalam os turistas com as danças típicas  e músicas caribenhas.

A Colômbia é um lugar ideal para os amantes das festas e comemorações
latinas.

Por volta de sete milhões de habitantes circulam pelas ruas da capital Bogotá, em sua maioria vindos de outras partes do país, conhecida antes como Santa Fé de Bogotá, reúne um pouco de cada região, com destaque para a arquitetura e a cultura locais. Passeando pela cidade, o turista se depara com uma memória cultural de quatro séculos de história.

Os museus, teatros, praças, igrejas e monumentos estão entre as principais atrações turísticas. Um dos pontos mais conhecidos e visitados é a Candelária, bairro colonial que guarda toda a história da fundação da capital colombiana. Lá é possível conhecer a Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, o Teatro Colón, a Casa da Moeda, a Praça Bolivar, e a Catedral Primada, entre muitos outros pontos de interesse turísticos.

Catedral Primada

O Centro  Cultural Gabriel García Márquez também é outra atração bastante popular de Bogotá. O lugar, batizado em homenagem ao renomado escritor colombiano, oferece vários espaços para leitura e realização de apresentações artísticas.

Um pouco mais distante, está o maior símbolo de Bogotá: O Morro de Monserrate, onde está situado o Santuário do Senhor Caído. De um mirante, é possível contemplar uma bela vista da cidade, e ainda, deliciar-se com quitutes colombianos oferecidos pelos restaurantes. O acesso ao local pode ser feito pelo teleférico ou a pé, subindo as escadas do morro.
Conhecer a cidade não é difícil. O instituto Distrital de Turismo oferece, gratuitamente, passeios a pé por todo o Centro Histórico de Bogotá. Todo trajeto é acompanhado por um guia, que explica em inglês e espanhol a história de cada ponto visitado. As saídas ocorrem todos os dias da semana, sempre as 10 da manhã e as 2 da tarde.

Com tantas opções de lazer e uma receptividade encantadora, não é a toa que o slogan turístico da capital seja: “El riesgo  es que te quieras quedar” ou, em bom português “O risco é que você queira ficar”.

Em um único passeio, os visitantes podem conhecer a rota arquitetônica do tijolo, o comércio de Bogotá e outros pontos turísticos da cidade, como o Planetário, o Museu Nacional, o Museu do Ouro – com seu acervo rico e repleto de detalhes que conta a história do Ouro na Humanidade – outro local de visitação que merece destaque é o Museu Botero. 

Convento da Candelária

Se você é daqueles que apreciam um roteiro mais rústico e exótico, uma sugestão é seguir até a Villa de Levya, localizada na capital Bogotá. A cidade, fundada em 1572, tem características da arquitetura espanhola. Em todos os pontos, são percebidas as fachadas brancas das casas, com janelas e portas de madeira típicas da região de Andaluzia, na Espanha. Um dos maiores pontos turísticos é a Plaza Mayor (Praça Maior) com 14 mil metros quadrados de extensão, antigamente palco de execução  dos partidários da liberdade.

Hoje em dia nessa raça acontecem  as principais celebrações da vila, como o Festival de Luzes e concurso de  Pipas e o Reinado da Cebola.Cartagena, terra do romantismo e sol o ano inteiro!  Cartagena das Índias está localizada ao norte da Colômbia e tem como principal atrativo os
arquipélagos. Essa linda e elegante cidade, declarada pela UNESCO Patrimônio Cultural da Humanidade em 1984, é o recanto do romantismo. Com sua arquitetura colonial, muralhas antigas, caminhos de pedra, e uma vista encantadora para o mar, Cartagena é um dos destinos preferidos por casais apaixonados do mundo inteiro.

Cartagena vista de cima

A romântica cidade dispõe de locais interessantes para serem aproveitados a dois. Entre eles estão a Torre do Relógio,  as Muralhas, o Castelo de San Felipe de Barajas, o Monastério da La Popa, a Catedral de Santo Domingo y San Pedro Claver e as 16 praças da cidade. Alguns hotéis oferecem  bicicletas e carruagens para que os visitantes passeiem com calma e possam admirar toda a beleza do centro histórico.

Castelo de San Felipe Barajas

As Ilhas do Rosário, conhecidas por seus jardins submarinos, de corais multicoloridos, estão entre as mais famosas da região. Um programa imperdível é um passeio de barco pelo contorno das ilhas,  pois assim dá para admirar de perto a exuberância da vegetação, a cor da água e com a ajuda de um kit snorkel dá até para nadar com os peixinhos coloridos.

Outra atração litorânea é a Ilha de San Bernardo, localizada mais ao sul de Cartagena, é muito procurada por conta da calma e o clima quente durante grande parte do ano.Festas!  A vida noturna de Cartagena é um atrativo à parte. De Janeiro a Dezembro, os festivais culturais animam e tomam conta da cidade. Os principais são o de Nossa Senhora da Candelária em Fevereiro, o Festival Internacional de Cinema  e Televisão em Março, e o de Jazz em Dezembro.

As festas da Independência, realizadas em Novembro, também são conhecidas e envolvem turistas de outros países e de cidades vizinhas. Para alimentar os festejos, os restaurantes dispõem de uma variada gastronomia, tipicamente colombiana, rica em carnes, verduras, molhos, legumes, temperos deliciosos,  sabores e aromas marcantes. Para chegar a
Cartagena os visitantes podem pegar um ônibus, se estiver partindo das cidades de Barranquilla, Santa Marta, Montería y Medelin, ou um avião, se a origem for a capital do país. Os pontos de informações turísticas estão espalhados por toda cidade, alguns em  locais estratégicos como o Aeroporto Internacional Rafael Nuñez e o Terminal Rodoviário.

Paraíso Marinho em San Andrés.  Rodeada pelo mar do Caribe, a Ilha de San Andrés é um paraíso marinho localizado a 720 km de distância da costa do país, conhecida por “El mar de siete colores” (o mar de sete cores). O nome se dá em função da enorme mistura de espécies de peixes e corais coloridos, responsáveis por encantar as pessoas que por ali passam. Na Ilha de San Andrés, é possível alugar pares de sapatos especiais para andar sobre os corais e curtir de perto estas belezas naturais.

As cores também estão presentes no El Acuário – O Aquário – localizado em uma ilhota, a dez minutos de barco de San Andrés. Os quiosques coloridos do lugar permitem saborear a culinária local e se divertir com os peixes que nadam nas águas rasas. Algumas praias menos frequentadas são o recanto para quem busca tranquilidade.

Um exemplo é San Luis, na parte oriental da ilha. O lugar tem uma arquitetura típica caribenha, águas transparentes e uma paz que poucos lugares no mundo oferecem. Para os mais curiosos, vale arriscar uma visita a Gruta de Morgan, formação de corais que inspirou a criação de contos e lendas. Já os apaixonados por paisagens devem levar câmera fotográfica e desfrutar a vista panorâmica deslumbrante da ilha, no mirante da Igreja Batista, a mais antiga da região. Um momento único que deve ser registrado para a eternidade.

Outras dicas úteis e recomendações gerais para viagem:  Terra de Gabriel Garcia Márquez. Cartagena das Índias é a “queridinha”  dos colombianos. Lá está localizada a casa do escritor considerado, até hoje, ícone da literatura colombiana, o jornalista e ativista político Gabriel Garcia Márquez, autor de livros como “Os Cem Anos de Solidão”, “Crônica de Uma Morte Anunciada” e “O Amor nos Tempos de Cólera” O sol da Colômbia
é radiante quase o ano todo. Por isso, guias turísticos sempre recomendam a utilização de protetor solar durante todos os passeios realizados no país.
Para os que visitam as ilhas, duas orientações são importantes: a primeira é sobre o uso frequente de repelentes, por conta dos mosquitos; e a outra  é o não consumo de bebidas e frutos do mar nas lanchas e barcos. É sempre melhor consumir esses alimentos  nos restaurantes da cidade e
nas ilhas.

Antes de sair do Brasil, é sempre bom seguir a recomendação do seu agente de viagens no que diz respeito a  aquisição de um seguro viagem com cobertura de serviços médicos de emergência, ambulatoriais, odontológicos e seguro em caso de bagagem extraviada.

Vida Noturna: A música e a dança são características da noite de San Andrés. A agenda de festas nos bares e praias da ilha agitam os turistas ao som e gingado da Cumbuia, estilo musical tipicamente colombiano, Reggae, soca, calypso, salsa, merengue, zouk e reggaeton também embalam a noite. Alguns hotéis oferecem aulas da dança para quem quer aprender as danças da região, assim ninguém fora da festa.

Carnaval Colombiano: Assim como o Brasil, a Colômbia também é conhecida por ter um carnaval animado. Com início quatro dias antes da Quarta-feira de Cinzas, o ritmo carnavalesco domina a cidade de Barraquilla. O tradicional evento ressalta a mistura das influências culturais europeia, africanas e indígenas. O ponto alto do Carnaval de Barranquilla é a Batalha de Flores, realizada no Sábado.

Para quem aprecia um passeio turístico, uma sugestão é a Villa de Leyva, localizada na capital Bogotá. A cidade, fundada em 1572, tem características da arquitetura espanhola. Em todos os pontos, são percebidas as fachadas brancas das casas, com janelas e as portas de madeira típicas da região da Andaluzia, na Espanha.

Um dos maiores pontos turísticos é a Plaza Mayor (Praça Maior), com 14 mil
metros quadrados de extensão, antigamente palco da execução dos partidários da liberdade. Hoje nessa praça acontecem as principais celebrações da vila, como o Festival de Luzes, o concurso de Pipas e o Reinado de Cebola.

A Colômbia vai surpreender todos vocês.

Autor: Jefferson Coelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *